Publicado por: Evaldo Oliveira | Agosto 15, 2010

FUTEBOL, ESPORTE INUSITADO

Geralmente o atleta de alto nível é um ser diferente. Acostumado desde cedo aos treinos exaustivos, desenvolve musculatura, habilidade, força e destreza. No futebol, além dessas qualidades, o atleta assume determinadas posturas que são típicas, quase que exclusivas deste esporte.

Citarei apenas alguns aspectos que considero próprios de um jogo de futebol, em qualquer recanto deste vasto mundo:

Os jogadores de futebol são os únicos atletas que aplaudem o companheiro que faz um passe completamente desproporcional, errado, torto ou equivocado. Hilário, muitas vezes.  

Há necessidade de se contar – caso ainda não tenha sido feito – quantas vezes um jogador de futebol cospe ou assoa o nariz durante uma partida. Este comportamento não deve ser justificado pelo tempo de jogo, pois no vôlei ou no basquete o tempo é bem maior, e o atleta é muito mais exigido. Não estão nesta conta as cuspidas no rosto de um companheiro.

Jogadores de futebol são craques também na simulação de lesões e de faltas inexistentes, chegando a rolar inúmeras vezes pela grama, com a mão no rosto, quando a suposta falta teria sido um toque na perna ou no ombro. Não vou falar dos gols feitos com a mão.

O futebol é o único esporte no qual a maioria absoluta dos técnicos fica o tempo inteiro esbravejando palavrões e xingamentos contra seus próprios comandados ou contra o juiz, utilizando expressões horrorosas, ou um palavreado chulo, postura inadequada e inaceitável, que fere o princípio de civilidade, além de exteriorizar um comportamento impróprio a um profissional com um salário inimaginável, por exemplo, para qualquer cientista ou profissional envolvido em pesquisa científica de qualquer nível, no Brasil. 

Os jogadores de futebol são os únicos atletas que, em suas comemorações, beijam a aliança ou uma tatuagem no braço, tiram a camisa ou tentam expor sua opção religiosa em público.

É no futebol onde ocorrem, com maior frequência, casos de preconceito racial explícito entre os próprios colegas de profissão.

No contraponto de tudo isso, em qualquer país do mundo a imagem do jogador de futebol está presente nos aeroportos, nos prédios, nos shopping centers, ou estrelando belíssimos comerciais de relógio, de cueca, de seguro, de xampu, de barbeador, de restaurante, de empreendimento imobiliário, de banco, de moto, de carro, onde são exigidos requisitos não mostrados no exercício de sua profissão.          

Assim é o futebol. Grandioso, esquisito, extraordinário, insólito. Inusitado.


Responses

  1. todos nós amamos o futebol, principalmente os brasileiros, eu e muitas pessoas ainda não tinha pensado nesta situação é por isso que muitos ricos aproveitando a oportunidade de fazer vender o seu nome e sua imagem. Mais futebol é futebol emocionantesssssssss.

  2. Elizete, que bom encontrá-la navegando nos mares da internet. Realmente, o futebol é um esporte diferente. Até jogador fora de forma física e técnica, se for famoso, fatura com sua imagem (?).


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: