Publicado por: Evaldo Oliveira | Dezembro 3, 2010

BERENICE, UMA CRIANÇA BRASILEIRA

Uma criança de dois anos, pobre, moradora de Lassance, no interior de  Minas Gerais, com o singelo nome de Berenice, levada à consulta  no dia 14 de fevereiro de 1909 devido a um quadro febril, é o ponto de partida para o Dr. Carlos Ribeiro Justiniano Chagas (1879-1934) descobrir a causa de uma doença, sua sintomatologia e sua forma de prevenção, raríssimo caso em que o mesmo pesquisador é responsável pela descoberta desses três elementos. Carlos Chagas fora enviado ao norte de Minas, em 1907, com a missão de combater a malária entre os trabalhadores da Estrada de Ferro Central do Brasil.

A doença de Chagas é transmitida pela picada do besouro (barbeiro) contaminado que, após o repasto, defeca próximo ao local da picada, eliminando formas infectantes do Tripanosoma cruzi.

Os sintomas da fase aguda da doença de Chagas são discretos e, quando presentes, constam de reação local à picada do besouro  e febre alta. Depois dessa fase a doença se cronifica, com a localização dos tripanossomos nos músculos, com freqüência os do coração, provocando insuficiência e arritmia cardíaca, podendo levar à morte; o acometimento do sistema digestivo pode levar ao aumento de volume do esôfago (megaesôfago) e do intestino grosso (megacólon).

A doença de Chagas acometia os animais silvestres, mas à medida em que o homem invadiu seu ecossistema e ali construiu moradias de barro ou de madeira, possibilitou que os besouros (barbeiros) se instalassem nas frestas de suas casas, levando junto a doença.

Na década de setenta estimava-se existirem cinco milhões de brasileiros infectados pelo Trypanosoma cruzi. Hoje a doença de Chagas atinge cerca de dezesseis milhões de pessoas, concentrando-se nas zonas rurais e urbanas, novamente tirando proveito da má qualidade das habitações das pessoas  pobres. As pessoas também podem se contaminar por transfusões de sangue inadequado e por transplante de órgãos de pessoa contaminada, assim como por transmissão congênita, podendo levar à morte prematura do concepto.

Considerando-se que as formas crônicas da doença manifestam-se mais de dez anos após a infecção inicial, o que poderia ter acontecido à garota Berenice se Carlos Chagas não tivesse suspeitado da origem de sua doença febril? A doença de Chagas, em sua fase crônica, ainda não tem tratamento confiável.

Em 1961 o pesquisador João Amílcar Salgado  encontrou Berenice viva e praticamente sem manifestações atribuíveis à doença. Ela morreu em junho de 1981, quando o homem já tinha ido à lua, e noventa e nove anos depois de Robert Koch provar que uma bactéria era capaz, sim, de produzir doença no ser humano.

Um nome singelo  emoldurando um dos maiores feitos da ciência brasileira.

 

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: