Publicado por: Evaldo Oliveira | Fevereiro 14, 2014

QUANTAS VEZES

QUANTAS VEZES

Quantas vezes fomos à lua

Em noites claras e estreladas

Quantas vezes fomos ao espaço

Socorrer asteroides desviados

Quantas vezes saímos em busca do arco-íris

A imaginar na ponta uma botija

Hoje, se me chamam na esquina

Resisto, invento, mas não vou

Perdi-te.

 

EVALDO ALVES DE OLIVEIRA

Médico Pediatra e Homeopata

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: