Publicado por: Evaldo Oliveira | Março 16, 2018

PAMUKKALE, o algodão doce da Turquia

A Turquia é um país de grandes dimensões, e possui atrações que, mesmo antes de conhecer, o turista já possui informações, embora muitas vezes precárias. É o caso de Pamukkale, que fica a cerca de dez a doze horas de ônibus, saindo de Istambul.

Conhecido como Castelo de Algodão, que mais parece uma geleira, é um conjunto de piscinas formadas pelo calcário branco formado pela solidificação da calcita que desce junto com as águas das fontes termais, e que depois de solidificado se transforma em mármore travertino.

Pamukkale data do período helenístico, época em as virtudes medicinais de suas fontes termais transformaram a cidade vizinha, Hierápolis, fundada em 197 a.C., em um centro de cura. O parque foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco no ano de 1988. Esse período, dito helenístico, vai da morte de Alexandre o Grande, em 323 a.C., até 146 a.C., quando a península grega foi anexada por Roma. Hoje, Hierápolis é uma estância termal na Turquia. São Paulo refere-se a este lugar, em suas cartas. Reforço que este parque fica muito perto de Éfeso, em cujo anfiteatro São Paulo fez a leitura de algumas de suas cartas.

DSC06098

DSC06094

DSC06090

Pamukkale. De longe, uma geleira. Ao nos aproximarmos, um Castelo de Algodão.

Coisas da senhora Natureza.

EvaldOOliveira

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN.

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: