Publicado por: Evaldo Oliveira | Outubro 5, 2018

CRIANÇAS EM RISCO

Encontrava-me na área de alimentação de um grande supermercado, lanchando tranquilamente, quando uma moça chegou com uma criança de cerca de um ano em um carrinho, à minha frente. Parou, retirou a criança do carrinho e a colocou sobre a mesa. Fixei os olhos naquele quadro que me parecia surreal. De repente, ela se afastou para fazer o pedido no balcão, e deixou a criança sobre a mesa da lanchonete. Quando ia se afastando, dei um grito e ordenei que ela retornasse e colocasse a criança de volta no carrinho. Ela assim o fez, e me agradeceu quando saiu. Um acidente quase certo, evitado a tempo.

Em um plantão, atendi uma criança com a boca queimada por fora e por dentro. A mãe estava dando banho no menino quando ele colocou o chuveirinho na boca e soprou. Tomou um forte choque na boca, o que quase lhe custou a vida.

Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria nos mostram que, no Brasil, cerca de 37 crianças e adolescentes sofrem de intoxicação pelo contato inadequado com medicamentos. Em 18 anos, 245 mil casos de intoxicação ocorreram nessa faixa etária.

 

Estados Total
Amazonas 910
Bahia 7.510
Ceará 2.794
Distrito Federal 7.782
Espírito Santo 16.806
Goiás 6.011
Mato Grosso 588
Mato Grosso do Sul 3.334
Minas Gerais 13.315
Pará 1.540
Paraíba 2.088
Paraná 5.592
Pernambuco 4.271
Piauí 248
Rio de Janeiro 11.602
Rio Grande do Norte 384
Rio Grande do Sul 47.342
Santa Catarina 6.980
São Paulo 88.582
Sergipe 2.525
Total 245.402

Os números mostram que o risco de intoxicação é maior entre crianças de um a quatro anos, com um número total de 130 mil, correspondendo a um percentual de 53% dos casos. O segundo grupo mais atingido vai de 14 a 19 anos (42.614 casos), seguido daqueles com idade entre cinco e nove anos (32.688 registros) e, por fim, as de 10 a 14 anos (24.282).

Tabela 1 – Casos Registrados de Intoxicações Humanas pelos Centros de Intoxicações, por Agente Tóxico e Faixa etária, Brasil, 2006, de 0 a 20 anos de idadeTotal de casos: 480481
Faixa Etária (anos) < 1 1 a 4 5 a 10 11 a 15 15 a 19
Agente no no no no no
Medicamentos 1099 8290 2288 1736 3201
Agrotóxicos/Uso Agrícola 46 402 108 167 569
Agrotóxicos/Uso Doméstico 176 1174 165 157 253
Produtos Veterinários 9 337 57 54 90
Raticidas 93 1119 127 173 574
Domissanitários 267 5245 685 371 611
Cosméticos 84 827 67 32 43
Produtos Químicos Industriais 120 2193 363 175 311
Metais 32 187 40 19 19
Drogas de Abuso 15 28 19 134 612
Plantas 58 701 300 122 73
Alimentos 30 162 171 137 158
Animais Peç./Serpentes 15 140 338 451 543
Animais Peç./Aranhas 27 262 240 272 308
Animais Peç./Escorpiões 33 411 515 503 576
Outros Animais Peç./Venenosos 52 543 638 444 446
Animais não Peçonhentos 41 396 392 356 359
Desconhecido 97 836 476 334 370
Outro 35 404 126 71 277

Fonte: MS / FIOCRUZ / SINITOX, 200611

Choques elétricos podem ser evitados, assim como a ingestão inadvertida de medicamentos e de produtos de limpeza, que ficam à disposição da meninada em embalagens dos mais variados tipos e com os mais diversos rótulos.

As novas tomadas ajudam a prevenir os choques elétricos. Aqui, a importância de não improvisar nas instalações. A vigilância é que faz a verdadeira diferença.

Ingestão de medicamentos e produtos que causam intoxicação também podem ser prevenidos. Nesse sentido, a guarda responsável desses produtos é essencial.

EvaldOOliveira

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: