Publicado por: Evaldo Oliveira | Janeiro 3, 2020

UM CEARENSE ENFEZADO EM SÃO PAULO

Há alguns anos, viajei para participar de um encontro sobre saúde suplementar que aconteceria em São Paulo. Fiquei hospedado em um hotel no início da Rua da Consolação, pela proximidade com o local do evento.

No café da manhã, no primeiro dia do curso, conheci um médico de Fortaleza que media quase dois metros de altura, e logo se tornaria meu amigo naquele curso. Psiquiatra de formação, possuía um humor inteligente, e um senso crítico nos limites da acidez.

Saímos do hotel cedo, e nos dirigíamos à Rua Dr. Arnaldo para chegar ao local do curso, que funcionaria nas dependências da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp. Ainda na Rua Dr. Arnaldo, percebemos uma aglomeração de pessoas em torno de um carro. Sem entender o que estaria acontecendo, chegamos próximo  a essas pessoas e descobrimos o motivo daquele agito.

Estacionado debaixo de uma árvore, junto ao passeio, no meio da rua, havia um carro seminovo com uma corrente que supus ser de ferro, passando por baixo e por cima do carro, da frente até à traseira, como uma salsicha enrolada por uma fita. Dentro do carro, sorridente, um jovem conversava com algumas pessoas que se mostravam preocupadas com o desfecho daquela empreitada. Na frente do carro, uma faixa dizia algo como: Venice, se você não vier aqui, não saio mais do carro. Estou em greve de fome.

 Ao nos ver passar, o jornalista que cobria o evento fez sinal, chamando o médico cearense para uma entrevista. Nós paramos e logo o jornalista perguntou: O que você acha dessa situação? Um jovem preso em um carro suplicando pelo amor de uma mulher. Se ela não voltar, ele promete não sair do automóvel. Está em greve de fome.

 O médico de Fortaleza respondeu naturalmente: Na minha terra chamamos isso  de baitolice. Será que em São Paulo só há essa tal de Venice? E quem garante que ali no carro não haja comida e água escondidas?

 Demos as costas e nos dirigimos ao curso, que estava para começar.

EvaldOOliveira

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN

 

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: