Publicado por: Evaldo Oliveira | Janeiro 31, 2020

CEIA ESPECIAL NA MANSÃO DAS MÁSCARAS

Fazei isto em memória de mim. Lucas 11:19. Percebendo que iria ser entregue para o sacrifício da crucificação, Jesus se reuniu com seus discípulos para jantar. Essa última ceia seria muito importante para Jesus.

Depois do jantar, Jesus pegou um pedaço de pão e um copo de vinho e distribuiu aos discípulos. Deixou claro que o pão representava seu corpo, e que o vinho representava seu sangue. Ao final, Jesus ordenou que os discípulos repetissem essa cerimônia para lembrar dele.

Convidado para uma ceia na Mansão das Máscaras, em Brasília, deparei-me com uma inusitada e belíssima cena. Ao lado das mesas, figuras em tamanho natural (1,80), vindas de Caruaru, dispostas em ordem aleatória, perfilavam-se à frente deste convidado, capitaneadas por um Cristo, que teve os braços refeitos porque foram avaliados pequenos. Imagens dos doze apóstolos em tom compenetrado nos convidavam para mais uma ceia, os apetrechos nordestinos dispostos sobre a mesa.

Foto 1

Foto 2Foto 3

Foto 4Foto 5

Foto 7Foto 9Foto 8Foto 10

Foto 11Foto 12

Foto 13Foto 14

Foto 6

Cristo. Doze apóstolos. Homens que renunciaram a tudo pelo ideal de servir. Que sejamos dignos desta ceia.

EvaldOOliveira

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN

 

 

 

 

 

 

 

 


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: