Publicado por: Evaldo Oliveira | Abril 17, 2020

TUTEEMO-NOS!

Shyrlei estava eufórica com seus estudos universitários. Acabara de entrar para o curso de Jornalismo, e iniciara suas leituras obrigatórias. Deveria ler ao menos os livros constantes da listagem que lhe fora entregue no  primeiro dia de aula.

Comprara um livro de pequeno volume e iniciara sua leitura, e queria aproveitar aquele almoço em casa para discutir uma questão. O livro era Dom Casmurro, e a questão era a suposta traição de Capitu.

E a discussão foi tomando corpo, com o posicionamento já fechado de Shyrlei no fato de a doce e ingênua Capitu haver traído Bentinho. Escobar havia tirado proveito de sua amizade com Bentinho para se aproximar da moçoila, e o fato de haver morrido não o isentava de culpa.

A mãe da Shyrlei tinha uma ideia contrária à da filha, apesar de haver lido o livro de Machado de Assis quando estudava o primeiro grau, depois de ser aprovada no Exame de Admissão. A discussão foi ficando acalorada e quase sem controle, embora a conversa ainda mantivesse o tom do respeito. A questão era: Traiu, não traiu, e por quê.

Arcelina, a moça que viera do interior para trabalhar na casa da família, assistia a tudo, fingindo lavar alguma louça, porém ligada na conversa. Em certo momento, virou-se e fulminou:

– Dona Shyrlei, Capitu não traiu Bentinho. Ela não foi infiel. Ele, por ser inseguro, não conseguia entender um espírito libertário como o de Capitu. Seu ciúme o fez conceber, de forma doentia, uma situação de traição para justificar sua fraqueza. Perceba que desde o início ele já demonstrava seu ciúme.

Aquela intromissão fora de hora, de uma trabalhadora doméstica novata, apesar de recheada de bom senso, carregava em si um despropósito. Quando a mãe da universitária se preparava para uma reprovação – onde se viu um empregado  imiscuir-se na conversa dos patrões, de forma gratuita, sem que fosse solicitado a participar? –, Arcelina emendou:

– Aproveitando o momento propício, vou colocar uma proposta para apreciação. Que tal, a partir de hoje, nos tutearmos?

Todos se entreolharam, em choque.

Hoje, Arcelina é Gerente de Controle de Qualidade da empresa da família. Shyrlei anda muito ocupada, estudando para concorrer a uma bolsa de estágio em uma grande empresa de publicidade.

Tutearam-se.

EvaldOOliveira

Sócio Correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do RN

Tutear-se– Tratar reciprocamente por TU. Igualar-se.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: